segunda-feira, 8 de setembro de 2008

O Vendedor de Sonhos - Augusto Cury


Faz aproximadamente um mês que estive comprando alguma coisa (que não me recordo o que era) nas Livrarias Curitiba e, na sacola junto com as compras, veio uma espécie de folheto publicitário muito interessante.

Era uma revistinha brochura, com a capa de um livro e no conteúdo havia um capítulo do mesmo, disponibilizado para o público, numa espécie de “amostra grátis”. Achei muito inteligente a estratégia, publicitária e comercialmente falando.


A “amostra” que veio na minha sacola era do último livro de Augusto Cury: O Vendedor de Sonhos - O Chamado.

Eu já havia ouvido falar dele, mas nunca tinha lido nada de sua autoria. Fiquei impressionado! Realmente, o autor faz jus à fama que tem.

Sou um grande admirador dos romancistas, acredito que um romance é capaz de alcançar uma fatia bem mais ampla e diversificada de leitores, assim como a estória exemplifica e ensina tanto, ou até mais, quanto o conteúdo de livros, digamos “didáticos”, de áreas específicas.

Outro dia, passando novamente na livraria, deparei-me com o dito livro à venda, na seção dos “mais vendidos”. Obviamente comprei-o para prosseguir com a leitura.

Achei fantástico! Li-o em 2 dias, somente porque tive que parar para dormir. Um livro que vale a pena ser lido. A abordagem que ele fez sobre a nossa sociedade atual, e a forma como distanciamo-nos gradativamente da nossa Humanidade é digna de um prêmio!

Mas o que mais me surpreendeu foi a abordagem de Augusto Cury sobre as mulheres, e o Feminino por conseqüência.

Como todo livro bom, esse é daqueles que fazem com que o leitor pare para pensar.

Levanta questionamentos, põe paradigmas e tabus em xeque.

E dessa forma, lançando mão do chamado “método socrático”, ele questiona temas como Moda, Beleza e Machismo com uma maestria invejável. Chamando a atenção para o papel expressivo das mulheres inclusive na “intocável e sacrossanta” saga do Cristo.

Haverá uma continuação deste primeiro (O Chamado), enquanto não é lançado, numa rápida pesquisa, descobri que ele escreveu outro livro, dedicado totalmente a esse tema específico: A Ditadura da Beleza e a Revolução das Mulheres.

O qual devorarei, logo que possível.

5 comentários:

Adash - Tarot Urbano - disse...

Foi tua caneta! Foi isso, daquela vez, aí veio o livreto!

Quero ver se leio também, pelo teu entusiasmo o livro é bom! Mas sabe como é a preguiça!

=D

Zazyel von Hansen disse...

Meu amor!! Cérebro anexo!

Muito obrigado!

marian disse...

O livro "A Ditadura da Beleza e a Revolução das Mulheres" e optimo para ser lido... Já agora sugiro se ainda nao foi lido, "O mito da Beleza" que desmonta o dito a vários niveis e é um livro excelente s/ o assunto -de quebra ainda denuncia algumas realidades impensáveis p/ o público leigo ao tema!
Autora: Naomi Wolf
Uma olhada: http://www.masternewmedia.org/es/2006/10/18/realidad_de_los_medios_de.htm

Anônimo disse...

Eu tambem gostei muito do livro, tanto que gostaria de da-lo como presente para uma amiga minha. Só que ela nao fala portugues...
Gostaria de saber se já existem traducoes? Meu endereco email é
zuioand16@web.de
Muito obrigado!

Anônimo disse...

Eu tenho esse livro em casa e ja o li. Foi um dos melhores livros para mim, ele te faz rir,pensar...
Vale a pena
Beijos :*