sexta-feira, 6 de junho de 2008

Quem sou eu?

Apenas um reflexo das suas projeções... Não é assim que somos todos uns para os outros?

Não te conheço, ainda não conheço nada nem ninguém!

Conhecerei você, e o mundo que nos cerca, somente quando deixar de ver meus aspectos aceitos e negados refletidos em tudo.

Portanto, de que nos valem as definições?

Sou uma Alma, manifesta em um corpo, buscando um ponto de relaxamento numa mente turbulenta.

Gosto de algumas pessoas. Por vezes tenho saudades de tantas outras. Mas descobri que não sinto falta de ninguém.

Amigos para mim, são eventos mágicos. Um belo dia eles surgem, não sei quem eles são, de onde vieram, nem qual é realmente o seu propósito.

Nos afinizamos, concordamos e discordamos aos extremos.

Até que percebo neles qualidades que me fazem ignorar seus defeitos, ou quem sabe até vir a apreciá-los por consequência.

Um fato fundamental acontece: descubro que os respeito. E que me respeitam por igual.

Na qualidade de humanos, nosso conceito de amor é algo muito efêmero. Acredito muito mais nos vínculos de respeito, estes permanecem intactos às nossas tempestades emocionais.

Então, vejo a trama do Universo se desvelar, quando depois de muito tempo sem contato, nos reencontramos e parece que nem um minuto se passou desde a última vez.

Tudo permanece igual dentro de mim. Descubro ali um amigo, atestado pela única coisa que me faz crer na Amizade, esse algo muito sutil que sobrevive à tudo e principalmente ao tempo.

Amigos para mim, são eventos mágicos, porque são dotados de um dom: a Atemporalidade!



Se tivesse um lema, seria algo como "status variabilis". Desconheço maior prazer do que poder mudar a cada momento.

Sendo assim, não espere nada de mim. Aprendi nesses últimos tempos que quanto mais esperamos do mundo, mais temos razões para nos frustrar.

Também não siga meus conselhos, nem peça minha opinião. Não possuem nenhum valor para ninguém, além de mim. Exatamente por isso eu não pedirei a sua...



Se tivesse uma religião, seria uma que entendesse o Universo como uma Grande Mãe, criadora e mantenedora de tudo que existe.

Uma Divina Mãe, que nos concedeu a dádiva que criar nosso próprio destino. Que nos aplica uma Lei justa e harmoniosa, fazendo com que entendamos a cada passo nossa responsabilidade sobre tudo.

Mas principalmente, que nos logrou a maravilha de uma vida repleta de experiências gratificantes em potencial. Na oportunidade que nos dá de acompanhar o fluxo constante da Prosperidade do Seu Amor.

3 comentários:

Lealdade Feminina disse...

Uau...
Lindo esse template???
A Lealdade Feminina saúda a Deusa Mãe dentro de vc...
Seja benvindo ao mundo da blogosfera, onde eu sou uma mera penetra... rs...
Beijinhos de fim de semana...

Adash - Tarot Urbano - disse...

Meu Amor!

Te parabenizo pela atitude. Exteriorizar teus pensamentos sobre si e sobre a Deusa em uma ferramenta profana como um blog demonstra que ainda podemos acreditar num futuro melhor. Que a Deusa ainda acredita em nós.

Você é cada dia mais sagaz, e eu me orgulho pelos teus atos e por ter a honra de estar ao teu lado.

Eu amo você!

Adash

Sobek disse...

Lindo blog, parabéns pra vcs!